Libertadores 2012 - Jogo 2  escrito em sexta 13 janeiro 2012 10:34

Blog de philippedutra : Futebol pelo Mundo, Libertadores 2012 - Jogo 2

 

O jogo 2 da primeira fase da Libertadores 2011 coloca frente a frente Real Potosí - BOL e Flamengo - BRA. Num jogo com certa polêmica, se você pensou na altitude, acertou! O estádio Victor Agustín Ugarte é o mais alto do mundo, os 3960 metros do nível do mar prejudicam a absorção de oxigênio no corpo de jogadores que não estejam ambientados ao ar rarefeito, isso obviamente favorece os atletas locais. Apesar de todas as polêmicas nos últimos anos, com jogadores precisando de tubos de oxigênio ao lado do gramado para buscar um ar, o Real Potosí não abre mão de jogar em casa, com toda razão. Que culpa os bolivianos têm de sua localização geográfica? É uma situação complicada.


Blog de philippedutra : Futebol pelo Mundo, Libertadores 2012 - Jogo 2

 

Garanto que não é piada, mas o Real Potosí foi fundado no dia 1º de abril de 1986, depois acabou se fundindo como o time do Banco Minero (Bamin), time fundado em 20 de outubro de 1941. Passando a se chamar BAMIN Real Potosí. Como você pode notar, o distintivo do clube lembra muito o de um gigante do futebol mundial. O espanhol Samuel Blanco (atual presidente da instituição) renomeou o clube homenageando seu time do coração, fazendo clara referência ao Real Madrid, tanto no nome como no distintivo. O time boliviano tem apenas dois títulos em sua história. O Apertura 2007 e a Copa Simón Bolívar, que entre 1960 e 1976 era considerado o campeonato nacional da Bolívia. Com a criação da Liga de Futebol Profissional Boliviano a Copa Simón Bolívar só voltou a ser disputada em 1989, desde então é a segunda divisão no país.

Para um time que não é um dos maiores da Bolívia, até que o Real Potosí tem alguma experiência internacional, já disputou a Libertadores em cinco oportunidades e a Copa Sul-Americana em 2007.
Conseguiu a vaga na Libertadores 2012 após ser vice campeão do Torneio Adecuación.
Os maiores destaques são, na defesa, os paraguaios Claudio Centurión e Henry Lapczyk e o nativo Dani Pachi. Lapczyk já defendeu as cores do Olímpia, maior clube de seu país, além de uma passagem pelo chileno CD Huachipato. Pachi que apesar dos seus 1,66 de altura joga na defesa, usa a camisa 10 e já tem 13 convocações para a seleção boliviana, o que não significa muito. O clube ainda tem mais três estrangeiros, os meias Guillermo Chena, Ramiro Fergonzi e Sebastián Carrizo, todos argentinos. Nem sempre ser argentino é sinônimo de qualidade como jogador. Poderiam ser quatro hermanos se o centro-avante grandalhão Maximiliano Alvares não tivesse rumado para o Central Córdoba, time que disputa divisões inferiores na Argentina. 

Então a responsabilidade cai nos pés de três jogadores, todos ofensivos, são eles: Nelson Sossa, Gerardo Yecerotte e José Luis Ortíz. O primeiro já foi convocado para a seleção boliviana em cinco oportunidades, marcou um gol. O segundo tem 26 anos, 3 convocações e 1 gol pela Bolívia. Ortíz foi muito jovem para a Alemanha jogar no Bayern de Munich. Ficou alguns anos no Bayern Munich II, onde marcou cinco gols em 28 jogos. Posteriormente acabou emprestado ao Saarbrücken, que hoje se encontra na terceira divisão alemã, não deixou saudades. Passou pelo NK Nafta Lendava da Eslovênia, jogou no Uruguai, na seleção Sub-20 e tem apenas um jogo pela seleção principal. Ficou claro que não é o jogador que os alemães esperavam que fosse. E assim, o clube tentará desbancar o Flamengo, com o reforço da altitude. Mas cá entre nós, difícil a essa missão. Os clubes já se enfrentaram em 2007, quem não se lembra dos jogadores do Flamengo se arrastando em campo? Implorando por oxigênio! Portanto o time brasileiro sabe bem o que vai enfrentar, o jeito é não levar goleada lá, que no Rio o Flamengo é franco favorito. 



Blog de philippedutra : Futebol pelo Mundo, Libertadores 2012 - Jogo 2



Depois de um 2011 decepcionante, o clube carioca conseguiu a vaga na Libertadores 2012 por ter sido o quarto colocado no Campeonato Brasileiro. O time campeão em 1981, disputará a competição pela 11º em sua história. Além do título no ano mais glorioso do clube, o Flamengo chegou a duas semifinais. 
No começo do ano passado a torcida do Flamengo ficou eufórica, não era para menos, afinal de contas um dos maiores craques recentes havia sido confirmado como reforço do clube. Não só Ronaldinho Gaúcho, como também Thiago Neves, o argentino Darío Bottinelli. O começo foi ótimo, campeão invicto do Campeonato Carioca, uma grande série de jogos sem perder. Era só festa, "Bonde do Mengão sem Freio", um funk feito em homenagem ao clube, entre outras coisas. Eis que não se atentaram para o fato de que o clube estava invicto pois não havia enfrentado ninguém. Quando jogou com os outros três grandes do Rio, tomou sufoco e venceu algumas nos pênaltis. Na Copa do Brasil, quando enfrentou um time minimamente organizado, foi eliminado. 

Mas a farsa ainda perdurava, o melhor ataque chamava mais atenção do que o fato de ser o time que mais empatava no Campeonato Brasileiro. As dancinhas de Ronaldinho, ao lado de companheiros mais animados como o liso Negueba, faziam a alegria do povão. Após os gols o ex-jogador do Barcelona ficava "Parado na Esquina", comemorando fazendo alusão a um outro funk. Houve também aquele inesquecível e memorável jogo contra o Santos, onde o Flamengo conseguiu um vitória de virada por 5 a 4 bastante improvável. Ronaldinho comeu a bola neste jogo, fazendo os críticos implorarem por sua volta a Seleção Brasileira, lugar onde nunca se destacou como esperado. A não ser que você conte com aquele gol sem querer nas quartas de final da Copa de 2002. A perda da invencibilidade mostrou que o "SuperFla" não era tão poderoso assim. E os 10 jogos (parado na esquina) sem vencer no campeonato implodiram de vez as chances de título do clube carioca. No fim das contas, a vaga na Libertadores acabou servindo como prêmio de consolação.

Dirigentes aqui no Brasil precisam entender que campeonatos estaduais não são parâmetro para nada. Devem sim, ser encarados como uma pré-temporada, para ir encaixando novas peças, entrosando os jogadores e ajeitando o time taticamente. Se pintar um título, nada mal não?
Um pena ver um jogador como Ronaldinho, ainda jovem para os padrões do futebol atual estar totalmente desmotivado. Está pouco ligando para o clube que defende, seus interesses são claramente egocêntricos.
Só quer saber de grana, mulheres, festas, e quando não tem mulheres fica exibindo seu órgão sexual pela internet. Joga bem quando quer, e olhe lá, outros que realmente se matam, dão sangue pelo clube são pouco falados. Como Leonardo Moura, Airton e Willians, o monstro que não acerta um passe, mas na sua função primordial é ótimo. Para este ano o Flamengo está tendo muitas dificuldades para certar com Thiago Neves, que interessa o Fluminense. O Al Hilal da Arábia Saudita, dificulta bastante, tumultuando o ambiente, querendo mais dinheiro para selar de vez a transação. E o Fluminense afirmou que tinha chegado a um acordo com o jogador. Ele e seu empresário negaram prontamente, ratificando o interesse em permanecer no Rubro-Negro. Outro sonho da presidente Patrícia Amorim é Vágner Love, o presidente do clube russo, Evgeny Giner liberou o jogador, desde que o clube interessado pague os 14 milhões exigidos. 
O Flamengo chegou a enviar uma proposta oficial, mas não foi aceita pelo clube russo, que quer mais grana.

Com as dificuldades citadas, de concreto mesmo até agora só as chegadas de Itamar e Magal. O desconhecido lateral-esquerdo que disputou a Série B com a camisa do Americana fez bons jogos e chamou atenção do Rubro-Negro. Veio de um clube que originalmente é o Guaratinguetá, mas um grupo de empresários levou o time para a outra cidade do interior paulista, hoje o clube já voltou a ser o popular Guará! Para o bem do futebol, não vejo com bons olhos esses times itinerantes, sem identidade. Itamar despontou bem no Brasil com a camisa do Goiás, o que o levou ao Palmeiras e posteriormente ao São Paulo. O jogador revelado pelo Cruzeiro e com passagem pelo Iraty do Paraná, retorna ao Brasil depois de quase 10 anos. Jogou na Coréia do Sul por seis anos, três anos no México, esteve emprestado ao Al Rayyan, do Catar. Lá formava dupla de ataque com Afonso Alves, era treinado por Paulo Autuori. Trata-se de um jogador de bom posicionamento, típico centro-avante, bom no jogo aéreo. Ele poderá rivalizar com Jael "O Cruel", na tentativa de ganhar a vaga de Deivid, que faz muitos gols, mas também perde outros incríveis.

Alguns jogadores retornaram de empréstimo e podem ser úteis para Vanderlei Luxemburgo, são os casos de Camacho, Fabiano Oliveira e Paulo Sérgio. O primeiro é jogador de meio-campo e foi bem atuando pelo Bahia. O segundo apareceu bem, defendeu seleções brasileiras de base, mais um atacante de área. O terceiro já fez boas partidas com a camisa do Mengão mas nunca conseguiu se firmar. Na pior das hipóteses pode ser útil pelos lados do campo. De resto os torcedores do Flamengo podem comemorar pela base mantida, além de jovens promissores como Thomás, o goleirão César, Luiz Antônio e Luiz Philipe, conhecido como Muralha. Luxemburgo mostrou estar levando bem a sério a preparação, sem a velha prepotência brasileira no futebol. Parece que a lição do Deportes Tolima foi bem compreendida não só pelo Corinthians, mas pelos outros clubes brasileiros. Não dá para subestimar ninguém, o negócio é ter comprometimento.

O Flamengo está fazendo sua pré-temporada em Londrina, no Paraná. Nesta quinta-feira 12/01, fez um amistoso contra o time que leva o nome da cidade e teve dificuldades, o que é natural no começo de temporada. O time escalado por Luxemburgo foi: 
Felipe, Léo Moura, Welinton, Alex Silva, Junior César, Luiz Antônio, Aírton, Willians, Renato Abreu, Ronaldinho e Deivid.
Na segunda etapa o "pofexô" mudou todo o time e observou para tirar suas conclusões, jogaram:
Paulo Victor, João Felipe, Gustavo, David Braz, Magal; Vitor Hugo, Muralha, Bottinelli, Negueba (Camacho); Itamar e Jael.
Luxemburgo espera a definição do caso Thiago Neves, se ficar deve entrar no lugar de Luiz Antônio. E Bottinelli com o golaço de ontem, pode colocar o treinador em dúvida. Renato Abreu ou Botti?

No domingo, dia 15, o Flamengo tem outro amistoso pela frente, desta vez contra o atual campeão brasileiro. Após o jogo contra o Corinthians, o time carioca deve ir para São Paulo, fica um dia por lá e embarca para Sucre, na Bolívia. Onde começa sua preparação para o confronto com o Real Potosí. O jogo é no dia 25/01, mas como todos sabem, é necessário chegar antes para se adaptar ao ar rarefeito. Em Potosí, o maior adversário deve ser mesmo a temida altitude.

O vencedor do Jogo 2, entra no Grupo homônimo, onde já estão definidos Olímpia - PAR, Emelec - EQU e Lanús - ARG. Não se pode dizer que é um grupo fácil, mas não chega a ser assustador. Bom ver o gigante Olímpia de volta após alguns anos ausente da Libertadores.
permalink

Libertadores 2012  escrito em quarta 11 janeiro 2012 18:45

Blog de philippedutra : Futebol pelo Mundo, Libertadores 2012t

No dia 24/01/2012 começa a primeira fase da Taça Libertadores da América, este blog vai analisar time por time. Com destaques, curiosidades, chances de cada time e também a pretensão de cada equipe na competição. Começamos com o Jogo 1 da primeira fase, mais conhecida no Brasil como Pré-Libertadores ou Fase Prévia. O confronto entre Arsenal de Sarandí, da Argentina e Sport Huancayo, do Peru, dará início a competição mais importante da América do Sul.

Blog de philippedutra : Futebol pelo Mundo, Libertadores 2012t

O jovem time, fundado em 07 de fevereiro de 2007 chega para sua primeira Libertadores após ser o terceiro colocado no campeonato peruano. O Rojo Matador, não tem muitas pretensões na competição, e passar pelo Arsenal de Sarandí já seria um grande feito. Mas a cidade de Huancayo fica a 3 mil metros de altitude, o que pode favorecer o time que decide o segundo jogo em casa. Então um bom resultado na Argentina é fundamental para uma eventual classificação. Em tese, o time argentino é favorito, mas pelo futebol que as duas equipes vêm jogando, uma classificação peruana não seria surpresa. 
 
O elenco é pequeno, e o maior destaque é o capitão Johan Sotil, trata-se de um jogador já rodado, com experiência no futebol belga, onde defendeu Westerlo e FC Brussels. Aos 29 anos, Sotil não é de fazer muitos gols, além da experiência internacional em clubes, possui também uma convocação para a seleção peruana. O responsável pelos gols é Miguel Mostto, o atacante foi bem com as camisas de Coronel Bolognesi e Cienciano, onde marcou 86 gols entre 2002 e 2007. O que chamou atenção do Barnsley, pequeno clube inglês, na Terra da Rainha porém, Mostto não foi bem, marcou apena um gol em 14 partidas. Após isso voltou por empréstimo ao Coronel Bolognesi, onde começou a despontar, não foi bem, rodou por alguns clubes, entre eles o próprio Barsnley e só voltou a jogar bem com a camisa do Sport Huancayo onde vem marcando seus golzinhos. Em seu currículo ainda tem dez convocações para a seleção, marcou apenas um gol.
 
O paraguaio Blas López, meia de 27 anos que já rodou por diversos clubes no Paraguai, também é um jogador que merece ser citado. O atleta que defendeu as seleções sub-17 e sub-20 em seu país é um dos responsáveis pelos muitos gols que o time vermelho de Huancayo vem fazendo. Não à toa, a equipe teve o melhor ataque do Descentralizado, outra marca expressiva é a de equipe que aplicou o maior número de goleadas na competição, seis no total. Em seu elenco a equipe conta ainda com o atacante André Advíncula, que é irmão de Luís Advíncula, uma das gratas revelações recentes do futebol peruano, inclusive fez um boa Copa América em 2011. Seus dribles e jogadas em velocidade infernizam os zagueiros. Se André não tem a mesma qualidade técnica do irmão mais famoso, no mínimo o sobrenome desperta curiosidade. Com certeza ele espera ser notado mais por suas qualidades, vejamos do que é capaz!
 
 
Como já era de se imaginar, o time é muito novo, tem apenas um título no currículo, a Copa do Peru 2008, logo no segundo ano de existência. Feito memorável!
Em 2010 participou da Copa Sul-Americana, em 2012 vai tentar vôos mais altos, e conseguir uma vaga na fase de grupos da Libertadores seria um grande feito para um clube que está perto de completar apenas cinco anos de existência. Quem viver verá!
 
 
Blog de philippedutra : Futebol pelo Mundo, Libertadores 2012t
 
 
O Arsenal de Sarandí é um pequeno time dos arredores de Avellaneda, conhecido também por ser o time dos irmãos Grondona, Héctor e Júlio, o segundo inclusive, é presidente da AFA, a CBF deles. Lá como cá, as críticas sobre ele são grandes. E claro, a maior delas é a perpetuação no poder, que não é saudável em nenhum âmbito da sociedade.O fato de ter dormido no sorteio da Copa, realizado aqui no Brasil mostra bem que futebol em si não é prioridade para este senhor! Mas vamos falar do esporte mais popular do mundo, o que mais nos interessa, não é mesmo? O clube fundado em 11 de Janeiro de 1957, perambulou nas divisões inferiores da Argentina na maior parte de sua história. Inclusive conquistou dois títulos, o primeiro em 1962, Primera D, que é a quinta divisão. Em 1964 conquistou a Primera C, correspondente à quarta divisão. 
 
O Arsenal de Sarandí como já era de se imaginar foi criado em alusão ao Arsenal, da Inglaterra, e as camisas usadas pelo time são baseadas nas vestimentas de outros três times. A faixa diagonal é inspirada na bela camisa do River Plate, já as cores foram escolhidas numa espécie de homenagem aos outros dois clubes de Avellaneda, os maiores e mais conhecidos, Racing Club e Independiente.  A equipe conseguiu a vaga na Libertadores por ter sido o time argentino de melhor campanha na Copa Sul-Americana. Mas o futebol apresentado na segunda metade de 2011 não agradou. O jogo feio, baseado na força e na tradicional raça argentina não agrada de forma nenhuma aqueles que admiram um futebol mais vistoso. Mas em 2007 esse estilo de jogo foi o bastante para vencer a Copa Sul-Americana. E assim ganhar uma vaga na bizarra Copa Suruga Bank, jogo único disputado contra o campeão da Copa do Imperador do Japão. Competição também conquistada pela ascendente equipe argentina, que tenta se firmar ao menos entre os médios do país.
 
O maior destaque da equipe é sem dúvidas Luciano Leguizamón o rodado camisa 10 é habilidoso e não muito raramente deixa seus companheiros na cara do gol. Leva perigo também com seus dribles curtos e cobranças de falta sempre venenosas. O jogador de 29 anos iniciou a carreira no Gimnasia Concepción, do Uruguai, na argentina teve rápida passagem por River Plate, sem sucesso. Fora do país jogou nas divisões inferiores da Espanha pelo modesto Poli Ejido. Jogou uma parte da temporada 2008/2009 no Al Ittihad, emprestado pelo Arsenal, também não se destacou no gigante saudita. Retornou para "casa" na temporada 2009/2010. A equipe argentina deve sofrer bastante coma perda de seu principal atacante, Iván Óbolo rumou para o Vélez Sársfield, onde foi revelado, e aos 29 anos e com muitos times no currículo decidiu por retornar ao quintal de casa. Deixando assim a torcida com saudade, afinal foram 34 gols nas duas passagens pelo clube.
 
Outros bons destaques são os zagueiros Lisandro López e Guillermo Burdisso. O primeiro não tem parentesco algum com seu homônimo que defende o francês Lyon. O segundo esteve na Roma, jogando ao lado de seu irmão, Nicolás Burdisso, que é da seleção argentina. López inclusive, fez um golaço de bicicleta que foi um dos candidatos a vencer o troféu Ferenc Puskas, mas quem ficou com o troféu foi o brasileiro Neymar, por aquele gol contra o Flamengo no Brasileiro 2011. Em todo caso, nada mal para um zagueiro.
Com a saída de Óbolo, a responsabilidade de Leguizamón aumentou, mas ele terá ajuda de Juan Pablo Caffa e Juan Manuel Cobo, ambos com 27 anos e experiência na Espanha. E também de Emilio Zelaya, que até então não repetiu as boas atuações da época de Rosário Central. Se não chegar outro atacante,o jeito é ir na velha raça mesmo!
 
O vencedor do Jogo 1 entra no Grupo 4 e se junta a Boca Juniors - ARG, Fluminense e Zamora - VEN!
permalink

Ferencváros - O Gigante Adormecido  (Futebol no Leste Europeu) escrito em segunda 09 janeiro 2012 21:46

Blog de philippedutra : Futebol pelo Mundo, Ferencváros - O Gigante Adormecido

Interessante ver que no elenco do Ferencváros da Hungria, tem um japonês que perambulou por vários clubes do país que outrora foi uma grande potência no futebol. Trata-se de Kazuo Homma, já com seus 31 anos. A carreira dele é bem fora dos padrões, futebol tem histórias ricas que valem a pena contar. Ah, tem também o brasileiro Felipe Félix, gigante de 1,97, que apesar de ter sido revelado pelo Criciúma é pouco conhecido no Brasil, jogou em muitos clubes nas divisões inferiores de Portugal, jogou na Rússia, no Azerbaijão, por meio do futebol a pessoa tem privilégios, entre eles conhecer as mais diversificadas culturas. O clube húngaro não para por aí, quando o assunto é chamar atenção. Com certeza não é muito habitual ter um atacante chinês de 1,96 em seu elenco. Men Yang tem apenas 21 anos, e se não der na técnica, vai na força e na cabeçada mano! 


Se você acha que a "bizarrice" acabou, no elenco das Águias Verdes tem dois jogadores de Malta, um da Somália e até um canadense. Toda essa diversidade não é capaz de trazer de volta, fazer o monstro verde retornar aos dias de glória. Afinal de contas, estamos falando de um clube que já conquistou 28 vezes a primeira divisão húngara, faturou por 20 vezes a Copa do país, venceu também a Supercopa da Hungria quatro vezes. Para um clube que já teve Sándor Kocsis - um dos maiores cabeceadores que o futebol já viu - que em 68 jogos com a camisa da seleção, conseguiu a fodástica marca de 75 gols! Mito! Isso para não falar em László Kubala, ao lado de Alfredo Di Stéfano, é um dos poucos que defenderam três nações diferentes. No caso, ele defendeu a antiga tchecoslováquia, por possuir ascêndencia tcheca, afinal sua mãe era de lá. Seu pai era de origem polonesa, Kuksi defendeu ainda Hungria, Espanha e a seleção da Catalunha, não reconhecida pela Fifa. 


Para se ter uma idéia da importância de Kubala, numa eleição feita entre os torcedores do Barcelona, foi eleito o maior jogador dos primeiros cem anos do clube. Deixando para trás gênios e craques como Johan Cruijff, Ronald Koeman, Bernd Schuster e Hristo Stoitchkov. Os 131 gols de Kubala em 186 partidas pelo Barça falam por si, foram 13 anos com a camisa culé. É um dos grandes mitos do futebol que não teve a glória de disputar um Copa do Mundo, fica um grande exemplo para aqueles que acham que um jogador para entrar na galeria dos grandes astros desse fabuloso esporte precisa se destacar numa Copa. A obra é maior, talento não tem preço! Se Homma e Yang hoje não assustam os adversários, Kocsis e Kubala com certeza impunham um grande respeito. E que um dia o país de Ferenc Puskas - Deus o tenha - volte aos dias de glória. Com certeza aqueles que viram a Hungria encantar o mundo do final dos anos 40 e por toda a década de 50 entendem porque a final da Copa de 1954 ficou conhecida como: O MILAGRE DE BERNA!

permalink

Oh, e agora? Quem poderá nos derrotar?  (Futebol Nacional) escrito em sexta 22 julho 2011 11:21

Engraçado que estava aqui olhando os elencos dos outros times que disputam o campeonato brasileiro e não vi nenhum melhor que o do meu time. Vejam bem, ELENCO. O que faltou para ser campeão ano passado agora não falta mais.


Sai Júlio César entra Renan que é muito melhor.

Sai Liédson, entra Emerson e a qualidade não cai.

Sai Jorge Henrique entra Alex, o time fica mais lento, mas não perde qualidade.

Sai Fábio Santos, entra Ramón que é melhor e mais rápido, pode ser boa opção ofensiva.


Chicão e Leandro Castán formam uma dupla implacável! Mas muito do sucesso desse time se deve à união e entrega de todos os jogadores. Não é incomum ver até mesmo o centro-avante ajudando a defesa. Dessa forma a bola chega espirrada lá atrás, se Jorge Henrique e Willian não tomam, Paulinho e Ralf mordem e a bola sobra para o goleiro ou para a boa dupla de zaga.


E o time está jogando muito bem, ganhou fácil do Fluminense por 2 a 0.

Goleou o atual segundo colocado por CINCO A ZERO.

Ganhou fora do Botafogo por 2 a 0 e era para ter goleado, se a bola do Herrera que bateu na trave entra, talvez 5 a 1 seria o placar mais justo pelo que foi o jogo.


Tava olhando a zaga do São Paulo, Xandão e Rhodolfo. O primeiro é fraquíssimo, apesar que jogou muito bem contra o Inter. O segundo é muito bom, sempre foi bem lá no Patético Paranaense.


Bom, vi gente falando que o Corinthians só pegou timeco até agora.


Vamos pensar um pouco?


Ganhou do Grêmio no Olímpico, ganhou fácil do campeão da Copa do Brasil, ganhou do atual campeão brasileiro, ganhou dos prepotentes Internacional e São Paulo. Ganhou fácil do Botafogo fora de casa, sofreu muito contra Bahia e Atlético Goianiense mas venceu, quem quer ser campeão não pode dar bobeira contra esses times. Então por tudo o que eu disse, se ganhar do Cruzeiro, quero ver quem nos segura!


Porque depois do gigante mineiro a sequência é: Avaí (fora), América (casa), Atlético Paranaense (fora), Ceará (casa), Atlético Mineiro (fora), Figueirense (casa), Palmeiras (fora).


Desses jogos apenas dois me assustam, Galo fora e Ceará em casa. Fecha o primeiro turno contra o Palmeiras no Pacaembu, ou seja, mesmo com o mando verde, somos habituados a jogar ali.


Então falar que um time que tem 93% de aproveitamento é ruim chega a ser uma loucura sem tamanho.


Renan

Weldinho

Chicão

Castán

Ramón

Ralf

Paulinho

Danilo

Alex (Jorge Henrique)

Emerson

Willian


Acho que esse time é bem capaz de ganhar do Cruzeiro no Pacaembu lotado.

Não é fácil entra na defesa do time mais limpo do campeonato e que tomou apenas quatro gols.

Só dá vontade de estragar o belo texto dizendo:

CHUPAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

 

permalink

Eu já sabia!  (Bola Dentro) escrito em sexta 20 maio 2011 01:55

Posso levantar aquela placa? EU JÁ SABIA!!!  Bom, antes de todos os jogos eu fiz um comentário enorme sobre a Libertadores. Falei que se o Fluminense passasse do Libertad seria no sufoco, SE passasse. E que seria eliminado na outra fase independente do adversário. Deu no que deu, acabou a força dos "guerreiros". Sem ajuda extra-campo o Flu é sempre derrotado. Engraçado... Falei que o jogo do Cruzeiro contra o Once Caldas não seria nada simples. Pois bem, o primeiro jogo não foi nada fácil como a edição da Globo fez parecer.

No primeiro tempo Fábio fez quatro defesas muito difíceis, além de levar uma tijolada no travessão. No segundo tempo o Cruzeiro continuou fechadinho, parecia satisfeito com o empate. O time colombiano tem vocação ofensiva, não sabe ficar na defesa. O time azul achou um gol, não há expressão melhor que essa. Once Caldas foi pra cima já que perdia em casa, num contra-ataque feliz o Cruzeiro fez dois a zero. Felizmente a equipe colombiana conseguiu um golzinho merecido e chorado.

Finalizado o jogo eu pensei: Lá em Sete Lagoas se o Cruzeiro der espaço pode se complicar, porque a dupla de ataque Rentería e Moreno é infernal, dois enjoados que incomodam bastante. Com a expulsão de Roger e a apatia do time, Once foi bem. Com um a mais o treinador do time branco colocou o atacante Pajoy. Este driblou o time todo do Cruzeiro e finalizou mal. Isso pouco antes do gol de Amaya. Aí foi pressão, Fábio fez mais duas defesas que mostram o grande goleiro que é. O bom meia Carbonero foi expulso depois de cotovelada em Henrique (antes do primeiro gol). Mesmo assim o time branco tava melhor, num contra- ataque bola na trave e no rebote da confusão Moreno fez o gol. Ainda teve um gol legal do Cruzeiro anulado, golaço do Gilberto, diga-se. Mas só levaria o jogo para os penais. Fora o festival de gols que o Once ainda errou quando o Cruzeiro se mandou pro ataque desordenadamente.

Os torcedores precisam entender que estadual é pré-temporada e que resultados nessas competições não valem muito. Golear América de Teófilo Otone é normal. Nos três jogos importantes que o Cruzeiro fez, perdeu um do Galo, ganhou do Once no sufoco fora e perdeu feio em casa.

CADÊ O BARCELONA DAS AMÉRICAS? Lembram que eu falei que os ufanistas iam se surpreender? Fico tão feliz por estar certo!

permalink
|

Abrir a barra
Fechar a barra

Precisa estar conectado para enviar uma mensagem para philippedutra

Precisa estar conectado para adicionar philippedutra para os seus amigos

 
Criar um blog